• #blábláblá

    Olá. Eu não vou tomar seu tempo. Se você chegou até aqui ou está curioso ou não tem mesmo nada pra fazer. Com certeza você é daqueles que passa horas na internet, se não trabalhando, navegando e, quando pode, acompanhado de uma bebida de sua preferência, escolhida de acordo com o momento. E em tempo de lei seca, a internet virou uma companheira e tanto! Portanto, sirva-se de uma xícara de café, caso ainda esteja no trabalho, ou então pegue uma dose alcoólica extra. Os assuntos aqui são variados. Não seguem regras. Muito menos uma linha. O blog foi criado com a intenção de simplesmente abrir espaço para os diversos assuntos que surgem, assim, de repente, sejam em frases aleatórias encontradas nas redes sociais, na mídia, seja ela impressa ou digital - sim, estão incluídos os blogs -, nos fatos do cotidiano, na vida pessoal, na vida alheia e onde mais houver informação.
  • Arquivos

  • Anúncios

Dia do amigo

Nada como uma data sem apelo comercial algum. Se há apelo neste dia, é o lado emocional que assume o comando.

É dia do amigo. Dos amigos que estão sempre perto. Longe. Amigos que estão longe, mas nunca deixam de estar perto. Dos amigos de infância, que por mais que o contato seja menor por agora, a amizade ainda é a mais pura e verdadeira. Daqueles que simplesmente nos procuram para ajudá-los a sair de alguma roubada. E os que nos metem em roubadas também e dizem com a cara mais porca que a vida precisa de aventura. Daqueles que esquecem nosso aniversário. Daqueles que topam todos os programas, mesmo se forem de índio só pra compartilhar os momentos junto. Daqueles que a gente sempre vai sentir vontade de estar perto, mas no momento estão ocupados. Estão viajando. Estão namorando. Estão enrolados com alguma coisa que só saberemos no próximo reencontro.

É dia do amigo. Aquele irmão ou irmã com quem adoramos passar o dia, falar besteiras, rir, debater assuntos sérios, idiotas, desnecessários. Falar de trabalho. Tomar um chopp. Dois. Três e por aí vai. Andar à toa. Aquele com quem já vacilamos, mas ele já esqueceu. Com quem discutimos e segundos depois nem lembramos o que aconteceu.

É dia daquele cara que é pau pra toda obra e que não tem como deixar de sorrir ao lembrar dele. Daquele que sempre fará falta, em qualquer ocasião, mesmo se nos despedimos há apenas 5 minutos. Daqueles com quem passamos a noite inteira e, ao chegar em casa, ligamos pra contar algo que acabamos de lembrar.

Daquele que nos atura na TPM, de mau-humor. Que recebe nossas patadas, ri da nossa cara e nos irrita ainda mais. Daquele que sempre estará do nosso lado, não importa os momentos pelos quais passamos. Afinal, isso é ser amigo.

………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

SOBRE O DIA DO AMIGO

O dia do amigo foi criado pelo argentino Enrique Ernesto Febbraro. A data foi inspirada na chegada do homem à lua, em 20 de julho de 1969. A conquista foi considerada por Ernesto não só uma vitória científica, mas uma oportunidade de se fazer amigos em outras partes do universo. Com isso, durante um ano, o argentino divulgou o lema “meu amigo é meu mestre, meu discípulo e meu companheiro”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: